25/12/07

O Presépio no Corão

(...)
16. E faze menção de Maria na Escritura, de quando deixou a família e se recolheu num aposento virado para o Oriente,
17. E preferiu à família o isolamento. Então enviamos-lhe o Nosso espírito que assumiu para ela o aspecto de um homem perfeito.
18. Ela disse : - Olha! Eu procuro refúgio contra ti no Beneficente, se és temente a Deus.
19. Ele disse : - Sou apenas um mensageiro do teu Senhor, para dar-te um filho sem mácula.
20. Ela disse : - Como poderei ter um filho quando nenhum mortal me tocou nem nunca deixei de ser casta ?
21. Ele disse :- Seja assim. O teu Senhor disse : É fácil para Mim. E asssim será que poderemos fazer dele uma revelação para a humanidade e uma graça da Nossa parte e, isto, é uma coisa ordenada.
22. E ela concebeu-o e retirou-se com ele para um lugar distante.
23. E as dores do parto levaram-na para junto do tronco de uma palmeira. E ela disse : Oh! pudesse eu morrer antes disto e transformar-me numa coisa de nada !
24. Então uma voz gritou-lhe (do seu interior) dizendo : Não te atormentes ! O teu Senhor colocou um ribeiro a teus pés,
25. E sacode para ti o tronco da palmeira e sobre ti farás cair as tâmaras maduras.
26. Portanto, come, bebe e consola-te. E se encontrares algum mortal dize-lhe : Oh! eu fiz uma promessa de jejum ao Beneficente e não posso falar hoje a nenhum mortal.
27. Então ela trouxe-o para o seu próprio povo. Eles disseram : - Ó Maria! Tu vieste com uma coisa extraordinária.
28. Ó irmã de Aarão ! O teu pai não era um homem mau nem a tua mãe era uma prostituta.
29. Então ela apontou para ele. Eles disseram : - Como poderemos nós falar com alguém que está no berço, um infante ?
30. Ele disse : - Olhai : Eu sou um escravo do Senhor ! Ele deu-me a Escritura e designou-me como um Profeta,
31. E tornou-me abençoado onde quer que me encontre, e ordenou-me a oração e a esmola enquanto viver,
32. E fez-me cumpridor dos meus deveres para ela que me deu o nascimento, e não me fez arrogante nem amaldiçoado.
33. A paz estava comigo no dia em que nasci; será comigo no dia em que morrer e no dia em que ressuscitar !
34. Tal era Jesus filho de Maria : isto é uma afirmação da verdade com respeito a isso de que eles duvidavam.
(...)
in MARIA - Parte XVI do Capítulo XIX do Corão , versão portuguesa de Bento de Castro, Lourenço Marques 1964

1 comentário:

expressodalinha disse...

Grande confusão. Só falta mesmo o habitual arcanjo Gabriel!