07/03/08

Polícias e professores

Parece que dois polícias à paisana foram a duas escolas. Uma em Ourém outra no Porto. Parece que foram recolher dados para a manifestação de amanhã. Será assim tão difícil identificar esses dois agentes da autoridade ? Será ssim tão difícil saber com quem falaram nas escolas ? Será assim tão difícil saber quem lhes deu as ordens ?
Será que são polícias verdadeiros , como pergunta o Tomás Vasques (clicar)

5 comentários:

Kay disse...

LAST CALL TO MAJOR TOM:
para o jantar de Sábado dia 8 de Março,marcado para as 20h30 no Soajeiro, aceitam-se as últimas confirmações até às 20h00 de hoje.

K

PDuarte disse...

O que é que começa por ser fácil nesta terra?

expressodalinha disse...

A sensação que tenho é que os polícias precisam de ir mais à escola. E talvez até aos tempos livres!

Fernando Martins disse...

Já agora corrija as mentiritas: foram pelo menos 5 Escolas que tiveram a visita dos polícias, que queriam saber quantos éramos - já agora, fomos 100.000 (e quando for o comício do PS com os velhos que era para irem a Fátima, no Porto, compare...).

António P. disse...

Caro Fernando martins,
Não se excite. Não estou a comparar nada. Apenas gostava de saber quem eram os policías e com quem falaram.
Quanto aos 100.ooo : parabéns.
Mas sabe que vivemos numa democracia representativa e na eleições legislativas quem ganha tem geralmente uns milhões de votos.
Cumprimentos