28/07/08

Democracia e Bolas de Berlim ( Postais da Ria Formosa I )

Passei o fim de semana na Ria Formosa. Tenho boas noticías sobre a democracia em Portugal. As Bolas de Berlim continuam a ser vendidas nas praias, apesar da perseguição às mesmas feita pela ASAE. São umas resistentes. Não emigraram. Nem passaram à clandestinidade. E muito menos pediram asilo político a Marrocos. Encontrei-as ( e comi-as ) em boa forma e legais. Na Praia Verde estavam excelentes. Em Fábrica lá vão na caixa da Amália, romena e este ano grávida, depois de transportadas no barco do Alexandre. No Barril é coisa mais fina pois o Sr. José há muito que as transporta num carro hightech e pré-ASAE.
Podem a Helena Matos e demais fazedores de opinião encartados estar descansados. A Bola de Berlim deixou de ser uma espécie em vias de extinção. Dediquemo-nos agora ao Lince da Malcata ou à Muxama ( próximo postal ).
Foto de Julho 2007 by C. ( fica bem o by )

3 comentários:

Galeota disse...

Com as pevides e bolacha americana da Figueira....Rumo à Vitória.

Galeota disse...

Quanto ao "by": não só "fica bem", como estamos a lutar pela internacionalização do Artista!

expressodalinha disse...

A Amália já está grávida!? Boa! A Amália Semionca entra no meu conto "A Bola de Berlim".