17/11/08

O guardião ( conselhos I )

O sol põe-se. O guardião do templo mantém o silêncio quando entro em casa. Depois fica a olhar para mim. E vigia o que escrevo no blogue. Dá-me conselhos sábios. Hoje aconselha-me a não me armar em humorista brejeiro. A não escrever sobre Manuel Alegre e os "compagnons de route". São remakes de Série B. Requentadas. E outros já o disseram melhor que eu. Sigo o conselho. Bom dia.
Foto de C.

1 comentário:

Galeota disse...

Gracias a la vida que me ha dado tanto,/Me dio dos luceros que quando los abro,/...