05/01/09

Um domingo em Lisboa ( diário )

Ontem, domingo, fui a Lisboa. Para um almoço de despedida da minha filha mais nova. Regressou hoje a Bruxelas. Fomos tentar um restaurante no Bairro Alto. Tudo , ou quase, fechado.
Terminámos sentados num valor seguro. A velha "Trindade". Já sabia que o balcão corrido onde iniciavamos as noitadas de há 30 anos com as imperiais já lá não está. Ainda não tinha era visto os tectos pintados de terra de Siena. Gostei. O tradicional bife com molho ainda é o que é. Muitos turistas. Serviço simpático. Não nacional. A Bárbara que nos serviu era polaca, mas percebia melhor o que queriamos que muitos empregados portugueses. E ainda se fuma na primeira sala.
Pagámos e fomos a pé até ao Príncipe Real.
E Lisboa vista de longe continua linda de morrer. Já não direi o mesmo quando focamos a vista no detalhe. Geralmente é sujo , mal acabado e desleixado. Não é o caso do recém renovado Jardim de São Pedro de Alcântara.


...e das portas no Príncipe Real.





Fotos de C. , qual turista domingueira.

5 comentários:

Prezado disse...

Um passeio por onde me perco habitualmente. As novas cores da Trindade chocaram-me, confesso. Os empregados, esses, sempre impecáveis.

Dulcineia disse...

Bem, um domingo familiar bem passado na nossa cidade. Ao sabado, de manhã, às vezes perco-me em lisboa. No meio dos turistas sinto-me tb uma turista. Obrigada pelas fotos! espero que tenham tido todos um bom regresso.

Galeota disse...

Os batentes... que graça...encantadores.

Dulcineia disse...

Então, não é que a minúcia observadora da D Galeota me fez vir ver os batentes? nem tinha reparado. obrigada

aNa disse...

Não tenho vindo muito aqui...ainda não tinha visto este post...está muito bom as fotos da mãe estão LINDAS!!! BEIJINHOS COM SAUDADES!!