15/02/09

Hoje é dia de Tertúlia Virtual : O TEMPO

Vi pela 1ª vez "Morangos Silvestres" ( Ingmar Bergman, 1957 ) há possivelmente 38 ou 39 anos. Passou a ser um dos "meus" filmes. O sonho ( clicar ) do Prof. Isak Borg ( interpretado por Victor Sjöström ), na sua viagem de Estocolmo para Lund, nunca mais o esqueci. O tempo será medido por relógios ?

Ver o tempo de outros aqui .

16 comentários:

Ruvasa disse...

Viva, António!

A nossa pretensa medição do tempo é perfeitamente ilusória.

Por exemplo: quem nos garante que estamos, neste preciso momento, a viver o tempo em que julgamos estar?

Abraço

Ruben

Adelino disse...

Antônio, boa participação e ótimo link.
Um grande abraço. Feliz domingo.

Jorge C. Reis disse...

Ingmar Bergman foi um dos meus realizadores preferidos.
Revi com saudade.
Abraço
Jorge

Eduardo P.L disse...

As horas se mede com relógios, o TEMPO na memória!

Forte abraço e obrigado por participar da Tertulia!

Serena Flor disse...

O Eduardo disse tudo agora. O tempo só na memória mesmo!
Um grande abraço e parabéns pela bela participação!
Bom Domingo!

António Oliveira disse...

Morangos Silvestres é um grande filme.
Bergman no seu melhor para nossa satisfação..

Marcos disse...

O tempo não se deixa aprisionar em caixinhas de metal ou ampulhetas. Ele manda.

Georgia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Georgia disse...

Antonio, infelizmente para muitas pessoas o tempo os fazem escravos do relógio.

Abrcaos

expressodalinha disse...

O tempo humano é um relógio. O tempo cosmómico é uma espiral.

Galeota disse...

"Livro de horas"

ellen disse...

Não, sou eu que meço o meu Tempo!

Um abraço

Francine.VS. disse...

Realmente não sabemos como e onde cada tempo é medido e vivido! Adorei sua participação!
Bom domingo!

Liberté disse...

Achei!

O tempo será medido por lembranças, ou memórias.

Liv. u,

Sera?

Dulcineia disse...

Hoje, aínda estou a percorrer a "tertúlia". raio do tempo que escassa, rs
Fiquei com vontade de ver o filme de IB. O vídeo arrepiou-me.
Uma abordagem original.
Medir o tempo? Acho que é algo pessoal e instransmissível. Cada um de nós o medirá de forma diferente: pelas rugas, pelos sucessos, pelos netos, pelos objectivos atingidos, etc...
Contudo, tenho a consciência de que a um nível superior, 10 anos do nosso tempo equivalem a dias. Isto, pelas experiêcias vividas.
uma boa semana. Tudo de bom para si e para os seus!

irradiandoluz disse...

Oi António!

Acabei de aderir ao Tertulia Virtual e estou circulando pelos que participaram. Muito legal a sua abordagem ao tema!
Minha postagem: O Tempo


Abração
Gabriel Dread