20/02/09

Uma história que não tem nada a ver com o BPN

Aqui atrasado ( de anos ) vi, se não me engano na SIC, uma reportagem sobre um pequeno bandido já com os seus 70 anos que ia a julgamento, no Tribunal de Sintra, por assaltos e crimes vários.
Na reportagem a jornalista entrevistava o bandido, que falava do seu passado de criminoso.
A certa altura o próprio listava alguns dos assaltos e afirmava que aceitava ser condenado por isso porque os tinha feito...mas acrescentava que outros de que o acusavam não os tinha cometido. Afirmava que não se enquadravam na sua maneira de ser e de actuar.
Na altura achei curioso o sentido de honra e dignidade do personagem que aceitava ser condenado por aquilo que tinha feito mas de maneira nenhuma pelo o que não tinha feito.
Lembro-me desta história quando agora vejo e ouço os responsáveis do BPN deporem na Comissão Parlamentar.
Andaram lá anos. Nunca viram nada. Nunca participaram em reuniões. Nunca assinaram nada. Foi tudo feito pelo Dr. Oliveira e Costa e se o Banco de Portugal não deu por nada... como podiam eles dar. Ao pé do nosso pequeno bandido são personagens sem dignidade. Poderão não ser bandidos, mas canalhas são-no de certeza.

5 comentários:

Al Kantara disse...

E os administradores que receberam milhões em numerário também andavam distraídos...

Galeota disse...

Canta canta, minha gente-Martinho da Vila

Anónimo disse...

Nunca viram nada e o que viram, não divulgaram porque nunca ninguém lhes perguntou!!! E quem deve ser reprovado é quem não perguntou ...
Só ainda não percebi qual é a reacção/comportamento dos deputados que fazem parte de Comissão Parlamentar.
Como dizes, podem não ser bandidos mas irresponsáveis são. E como é que nós podemos chamar gestor a um irresponsável?
Paula

Anónimo disse...

Utilizem as palavras!São gatunos,ladrões,larápios;Todos comeram,administradores,supervisores e demais cupula;aliás é pratica corrente ou não fossem todos eles politicos,ex-politicos enfim os defensores(servidores) da causa pública.O ciclo é sempre assim:ora politico,ora administrador,gestor presidente do que quer que seja.São sempre os mesmos,se algum sair,está governado.

Kruzes Kanhoto disse...

O país está à mercê de toda a espécie de criminosos. Dos que usam armas para nos assaltar e dos outros que nos roubam sem precisar delas.