04/06/09

Querem ver que o José Sócrates ainda termina como arguido no caso BPN ?

O nosso jornalismo de investigação ( juro que consegui escrever isto sem me rir ) continua imparável.
Afinal no caso BPN , segundo esse farol do jornalismo de investigação que é a "Folha da SONAE" (clicar) ( continuo sem me rir ), havia gentalha do PS metida ao barulho e sugerida por Sr. Vakil ao Dr. Oliveira e Costa.
E quem são eles ? Ei-los : José Lamego, Augusto Mateus e Guilherme de Oliveira Martins. Foram membros do Conselho Superior do Banco Efisa.
Se não estou enganado Augusto Mateus e Oliveira Martins não são militantes do PS, se bem que tenham sido membros de governos do PS que não deste. E José Lamego não será propriamente um grande amigo "deste PS" , como alguns gostam de dizer.
Além destes também foram sugeridos, pelo Sr. Vakil, os impolutos Vera Jardim e João Cravinho, entre outros.
Ou seja os que são militantes do PS não se pode dizer que seja rapaziada da criação de José Sócrates. Eu diria que não são e que até são muito críticos "deste PS".
Fica pois por demonstrar que esse grande Bloco Central de interesses e as eventuais corrupções a ele associado sejam obra "deste PS".
Mas com um bocadinho de esforço a jornalista de serviço ainda consegue chegar a José Sócrates ou a alguma familiar seu.
Haja paciência.

2 comentários:

Anónimo disse...

Com tempo chegam lá, soube de fonte segura que Jose Socrates levantou dinheiro, por mais que uma vez, num multibanco que há numa sucursal do BPN (não posso revelar ainda qual).
A TVI já descobriu que o cartao era suspeito, o nome era Jose P. Sousa, o Publico investiga porque é que JS só levantava 100 euros, havendo já 3 cidadaos que afirmam que na mesma altura retiravam 200 euros cada, o Correio da Manha ja descobriu que a tia de JS esteve uma vez no cinema sentada a apenas duas filas de distancia de uma senhora que tinha um PPR no BCP.

expressodalinha disse...

Mais valia o Vidal!