23/10/10

3,9 %

parece que vai ser o aumento salarial dos trabalhadores da Autoeuropa.
Para aqueles que agora vão ver os seus salários reduzidos parecerá injusto.
Convém não esquecer que aqui atrasado, e não foi há muito tempo, estes mesmos trabalhadores da Autoeuropa viram os seus postos de trabalho ameaçados, tiveram de reduzir o número de dias de trabalho com redução de prémios, etc.
Nessa altura a maioria dos que agora irão ver os seus salários reduzidos  não passaram por isso.
Convém não ter a memória curta.

3 comentários:

Galeota disse...

Pois,...por acaso a memória é uma coisa que dá jeito.

mdsol disse...

Como reagem os patrões dos sindicatos? Será interessante reparar nisso. Nunca mais se convencem que, também nestas andanças a criatividade com que se olha para os novos tempos, pode ser uma ajuda para contornar as dificuldades.

:)))

Helena disse...

Isto até me lembra uma notícia que me chocou imenso há uns anos: os trabalhadores da VW aceitaram passar de 24 para 27 horas semanais.
Pensei que estavam a gozar connosco, até que me explicaram: primeiro, para ninguém perder o emprego, aceitaram passar do horário completo para 24 horas (com equivalente redução do salário). Uns meses mais tarde estavam a aceitar trabalhar 3 horas mais - na notícia não se dizia se teriam equivalente aumento de ordenado.

(espero ter escrito as horas certas, 24 e 27. Isto já foi há tempos, não tenho bem a certeza. Mas era por aí)