15/12/10

Transparências

Sempre quis ter uma casa transparente. Com as paredes exteriores em vidro. Quando teve possibilidades para o fazer contratou um arquitecto e encomendou-lhe o projecto. E a casa foi construida. No Alentejo. Era linda de morrer. No primeiro Verão que lá passou gastou uma fortuna em electricidade. Os aparelhos de ar condicionado estavam sempre ligados. Dormia pouco. A luz matinal entrava cedo no quarto. À tarde não podia fazer a sesta. Contratou uma decoradora para que tentasse colocar cortinas. Foi difícil, a casa não tinha sido pensada para as ter. Criativa, a decoradora lá  conseguiu imaginar um sistema e foram montadas. No segundo Verão o proprietário dormiu mais e gastou menos em electricidade. Os vizinhos é que deixaram de ver o que ele lá fazia dentro.

2 comentários:

Galeota disse...

A Casa com paredes de vidro:a Casa, o Ideal.

Helena disse...

:-)))