25/03/11

Deitar, na A.R., um governo abaixo

...não me faz confusão.
Haver eleições daqui a dois meses, também não.
O que já me faz confusão, e muita , é dois dias após tal acontecimento :
- o PSD não ter meia-dúzia (6, só 6, acho que não é pedir muito ) de propostas claras e alternativas às do governo ;
- andar a atirar palpites para o ar ( ora é subir o IVA, ora é não pagar aos credores, ora é cortar o 13º mês aos funcionários públicos, etc ) ;
- esses palpites serem apresentados por personagens ( António Carrapatoso e Carlos Moedas ) que ninguém conhece e que  não são dirigentes do PSD, que eu saiba ;
- na mesma A.R. ter  votado, hoje,  pelo fim da avaliação dos professores dando um sinal preocupante de que vamos ter as corporações a mandar na agenda de um partido que se diz de governo.
Pode ser que se lixem.
Eu não me importo.
É a democracia a funcionar.

1 comentário:

expressodalinha disse...

Num raciocínio perigoso, seria tentado a dizer que a democracia é um regime de luxo que sai muito caro. E fico por aqui.