25/11/08

Conselheiros incompetentes

De Manuel Dias Loureiro como político já ninguém se lembra do que fez ou não fez quando foi ministro. Terá feito alguma coisa ?
Já como gestor bancário e depois da entrevista, na RTP 1, a Judite de Sousa ficamos a saber que pelo menos é incompetente já que não sabia nada do que lá se passava e o BPN foi à falência.
Um conselheiro deve saber pelo menos de alguma coisa ( nem que seja de futebol) para aconselhar alguém, nomeadamente um Presidente da República.
Demitir alguém por rumores de ilegalidades ou irregularidades parece-me mal. Muitos moralistas terminaram no Inferno.
Mas sendo Cavaco Silva um homem de rigor que o demitisse por incompetência.
P.S. : já agora, alguém me pode informar para que serve o Conselho de Estado ?

5 comentários:

Anónimo disse...

Como próprio nome indica (teoricamente) para aconselhar o chefe de Estado, no caso de ter q. tomar qq. decisão. Convem no entanto não esquecer que este PR nunca tem dúvidas e raramente se engana.....

Pedro disse...

... um homem de rigor?...Não foram os votos do Alberto João Jardim que lhe deram a escassa margem de vitória nas urnas?

Al Kantara disse...

Manuel Dias Loureiro é um homem competente mas tem crises prolongadas em que fica cego surdo e mudo e sem saber aritmética. Nada que o impeça de retirar o seu dinheirinho a tempo de não se prejudicar.

expressodalinha disse...

Este é um dos muitos que usaram a política post-25 de Abril para se governarem. Há muitos mais. Tantos que a falta de vergonha e o mau funcionamento das instituções estão a começar a pôr a democracia em causa.

Galeota disse...

Lusitânia

Os que avançam de frente para o mar/E nele enterram como uma aguda faca/A proa negra dos seus barcos/Vivem de pouco pão e de luar.

Sophia de Mello Breyner Andresen