30/12/08

AÇORES : perguntas de um inútil

O Presidente Cavaco disse ontem, na mensagem aos portugueses, "que tinha feito tudo ao seu alcance para que o Estatuto dos Açores não fosse aprovado por inconstitucinalidade de dois artigos".
Pergunta : porque não enviou a lei para o Tribunal Constitucional ?

Dizem alguns fazedores de opinião da nossa praça que o PS, ao não atender às dúvidas do Presidente da República, quis consciente e propositadamente comprar uma guerra com Cavaco Silva.
Pergunta : qual seria o objectivo dessa guerra ?
( Não terá sido ao contrário ? como diz a Sofia Loureiro dos Santos (clicar) )
Quase todos dizem " a lei aprovada pelo PS ".
Pergunta : a lei não foi aprovada por todo o parlamento ( Verdes + BE + CDS + PC + PS + 2 deputados do PSD ) com abstenção do PSD, ou seja sem um único voto contra ?


3 comentários:

Al Kantara disse...

Ist'inda vai dar molho...Que pena... Estavam tão bem um para o outro, tão compenetrados os dois, tão competentes ambos, tão amigos e colaborantes...e vai-se a ver, por causa de uma merda de um estatuto que nem aos açoreanos interessa, desatam a amuar cada um para seu lado, e a fazer fosquices, e a discursarem ao país como se o país não tivesse mais que fazer que os aturar...isto não augura nada de bom... se calhar, vem aí a crise...

Galeota disse...

Pois, ... " Tia Anica está dormindo/à sombra de um figueira/ Está sonhando com o figo/ que comeu por brincadeira/..."

Dulcineia disse...

se calhar, é isso mesmo... vem aí a crise... mas gostei daquele ar ofendido...