07/01/10

Ano Novo , Vida Nova

É um pretexto como outro qualquer.
A inspiração para postar não é muita. Ou será falta de paciência ? Também poderá ser porque há quem escreva muito melhor do que eu sobre temas de que gostaria de escrever. Adiante.
Lá para o fundo do blogue há uma secção chamada " Habituei-me a ler". Pretende listar os blogues que leio com regularidade. Estava desactualizado.
Eliminei alguns ou porque cessaram actividade ou porque estão sem actividade há meses. Se bem que neste último caso seja sempre um risco. No passado alguns "inactivos" regressaram á actividade ainda melhores.
Entretanto nasceram outros blogues. Alguns habituei-me a lê-los. Assim sendo resolvi actualizar a mencionada lista. Aqui vão eles, sem qualquer ordem :


A Regra do Jogo . Um blogue colectivo. Fui lá parar por causa do Eduardo Graça e do Luis Novaes Tito.
Albergue Espanhol. Mais um blogue colectivo, com o sempre activo Pedro Correia.
Arrastão. De 3 passaram a 7. E com reforços da qualidade do Bruno Sena Martins e do Rui Bebiano passa a obrigatório.
Córtex Frontal. Um duo. Medeiros Ferreira e Joana Amaral Dias.
Branco no Branco. "Encontrava" a sua autora ( MDSOL) em várias caixas de comentários onde eu também mando bocas. Fui ver o blogue. Gostei e fiquei cliente.
2 Dedos de Conversa. Directamente de Berlim. A não perder, nomeadamente a Helena Araújo. Que me perdoem os outros elementos. Mas a culpa não é minha se postam pouco.
Léxico Familiar. Do Pedro Adão e Silva. As crónicas dos jornais já conhecia. O blogue também as refere, mas fala de outras coisas. Nomeadamente música.
Pé de Moça. Temático e uma parceria luso-brasileira onde aparece o meu amigo Jorge Pinheiro.
Manuel Tito de Morais no ano do centenário do seu nascimento. A não perder.
Uma última nota sobre blogues colectivos.
São alguns e com qualidade. Quando os autores são muitos verifico , na maioria dos casos, um excesso de posts diários que podem levar a uma certa saturação do leitor.Além de uma proliferação de temas. A maioria das vezes acabo por "ter" os meus autores preferidos e acabo por não ler os outros. Alguns mantém blogues pessoais e fazem links dos seus posts entre blogues o que poderá aumentar a saturação.
No passado já verifiquei que os blogues pessoais acabam ou por desaparecer ou por irem morrendo sempre que o seu autor se junta a um blogue colectivo. Estou-me a lembrar do excelente Kontratempos, do Tiago Barbosa Ribeiro que o "matou" quando criou o colectivo O País Relativo que neste momento está meio moribundo e não temos o Kontratempos.

3 comentários:

Anónimo disse...

Nem pensar acabar. Dizemos os dois duas larachas e dissipamos as"nuvens" do ambiente.
Até amanhã e uma noite bem dormida.

Galeota

Pedro disse...

Pois é. Não deu para a visita. Mas talvez numa próxima ida... ou vinda...

Helena disse...

Olá, António,
obrigada pela distinção!
Os outros elementos estão em Portugal. Em Berlim só há esta enviada especial.
Costumo dizer que dividimos o trabalho: eu escrevo e eles lêem.
É o único blogue que conheço que tem quotas de leitura asseguradas...
;-)

Um bom ano para si!